DSC_5403

Dia Internacional da Acupuntura

O Dia Internacional da Acupuntura é festejado a 24 de outubro e foi criado para consciencializar a população sobre os benefícios da acupuntura e da medicina oriental no seu todo. Foi criado pela Comissão Nacional de Certificação de Acupuntura e Medicina Oriental (NCCAOM), uma organização sem fins lucrativos que visa “estabelecer, avaliar e promover padrões reconhecidos de competência e segurança em acupuntura e medicina oriental para a proteção e benefício do público”.

A acupuntura existe há aproximadamente 5000 anos e diz respeito a uma técnica de estimulação de pontos específicos do corpo, através da inserção de agulhas nesses mesmos pontos. O objetivo é, através da inserção das agulhas, obter uma resposta fisiológica do paciente. Esta técnica é aplicada ao tratamento do corpo e da mente, procurando sempre reestabelecer o equilíbrio do corpo humano.

Consegue ser benéfico num número bastante alargado de patologias e isso tem uma explicação. Isto deve-se ao facto do nosso corpo trabalhar em conjunto, e assim, a acupuntura foca-se em gerar um equilíbrio geral e não parcial no paciente, podendo tratar dois problemas de uma vez só.

Antes da parte prática da acupuntura, surge a apresentação do paciente, ou seja, antes de ser feita uma sessão de acupuntura, o paciente tem de ser avaliado para poder ser orientado corretamente acerca do tratamento a fazer.

Este primeiro passo intitula-se de diagnóstico e corresponde à primeira consulta de um paciente novo. “Cada pessoa é um mundo e cada tratamento é uma viagem”.

Existem várias técnicas de acupuntura, para que seja possível alcançar o objetivo último, equilíbrio do corpo e da mente, por meios distintos de acordo com a vontade ou necessidade de cada paciente. Assim, temos estes 7 exemplos:

A acupuntura clássica, a mais conhecida entre a população, que diz respeito unicamente à inserção de agulhas em pontos específicos do corpo e destina-se a inúmeras patologias, como por exemplo asma, diabetes, fobias, herpes, entre tantas outras.

A eletroacupuntura já é feita por impulso elétrico, o que permite estímulos com maior duração, em que a intensidade e a frequência são reguladas. Esta técnica, por sua vez, dedica-se mais à recuperação após uma cirurgia, embora possa ser usada como coadjuvante para analgesia induzida para a realização de uma cirurgia, bem como nos tratamentos estéticos (gordura localizada, celulite, rugas, etc.) ao tratamento de dores crónicas ou agudas.

A acupressão pode ser comparada diretamente à acupuntura clássica, no entanto, as agulhas são substituídas pela pressão dos dedos nos mesmos pontos. Sendo uma técnica com menos intensidade, é destinada para doenças leves, bebés e crianças.

A moxabustão é uma técnica que faz uso de uma erva chamada Artemísia Vulgaris, através de um bastão, onde a proximidade do calor aos pontos específicos da pele, regula o fluxo de energia e potencia o estado terapêutico. É indolor e uma técnica não invasiva, e os pacientes descrevem-na como sendo agradável e relaxante.

O cupping ou ventosaterapia, dedica-se à aplicação de uma pressão negativa nos pontos específicos. É feita uma sucção da pele através de ventosas que gera um efeito de vácuo que separa ligeiramente a pele dos músculos, o que provoca as conhecidas marcas roxas. O principal objetivo é a redução de dores musculares, melhorando a circulação periférica local e uma melhora oxigenação da área.

A acupuntura a laser é similar à acupuntura tradicional, mas as agulhas são substituídas por “agulhas” de laser nos pontos corporais. Tem excelentes aplicações no âmbito pós-cirúrgico, ulceras abertas, herpes zóster, problemas dermatológicos, entre outros. O laser tem 3 propriedades que destacamos : Analgésico, Anti-inflamatório e Regenerador.

Por fim, temos a acupunctura auricular, que tal como o nome indica, trata de estimular pontos na orelha, que possui cerca de 110 pontos que refletem o funcionamento pleno dos órgãos e a estimulação destes, resultam no equilíbrio energético do corpo.

À parte das diferentes técnicas de acupuntura, temos o mais importante, os benefícios deste método, que são imensos.

Este é o nosso foco e objetivo enquanto equipa, proporcionar o melhor aos nossos pacientes e ajudá-los a melhor a sua saúde e bem-estar ao máximo. Assim, dedicamo-nos a 4 áreas de atuação específicas: a Acupuntura Clínica, Estética, Laser e por fim a aplicação da técnica para deixar de fumar, as nossas Cessações Tabágicas.

Na Acupuntura Clínica, o foco são as alergias, ansiedade, depressão, infertilidade e patologia dolorosa. Na parte Estética, temos a eletromusculação, emagrecimento, estrias, gordura localizada e rugas. O Laser está direcionado para a dermatologia, pediatria e recuperação pós-cirúrgica.

E finalmente, as Cessações Tabágicas, pelo método do Dr. Rui Pedro Loureiro, que como mencionado anteriormente, dedicam-se única e exclusivamente a tornar os nossos pacientes em ex-fumadores, e consequentemente, em pessoas mais saudáveis e felizes.

Não tenha receio de novas experiências e arrisque! Pode esclarecer qualquer dúvida no nosso site ou entrar em contato diretamente connosco, e será com a maior dedicação que o iremos ouvir.

Este é um dia importante para nós e pode vir a tornar-se também para si.

Connosco, a sua saúde está em boas mãos.

Newsletter

Partilhar

Compartilhar em facebook
Compartilhar em whatsapp
Compartilhar em telegram
Compartilhar em email

Mais
artigos

Dia Nacional

Dia Nacional do Não Fumador

O dia nacional do não fumador é celebrado a 17 de novembro, foi criado por uma Resolução do Conselho de Ministros, e tem como propósito

Ler Mais »
Dia Mundial

Dia Mundial da Diabetes

O Dia Mundial da Diabetes é celebrado anualmente a 14 de novembro. Foi criado em 1991 pela OMS e pretende dar resposta às preocupações geradas

Ler Mais »
Pressione Enter para pesquisar ou Esc para fechar